• Portal Nosso Povo

Dia Mundial do Gato: Saiba como adotar um felino

Dia Mundial do Gato: Saiba como adotar um felino



Só não gosta de gatos quem nunca conviveu com eles. Segundo os dados do IBGE, os felinos estão em quase 30 milhões de residências de todo o Brasil. Ao longo da história, os gatos foram animais idolatrados pelos egípcios, sendo considerados até mesmo Deuses, enquanto no século XIII, foram animais proibidos e perseguidos durante o período da inquisição católica. De acordo a Gerência de Bem-Estar do município são registradas diariamente denúncias de abandono e de maus tratos aos gatos, sendo estes considerados os mais difíceis para realizar a adoção.

Hoje, além de serem as maiores estrelas da Internet, os gatinhos também são a escolha de muitas famílias que querem ter um mascote. Nesta quarta-feira, 17, celebra-se o Dia Mundial do Gato, data criada com o intuito de incentivar a adoção de gatos e de combater os maus tratos.

No município, são dezenas de gatos em busca de um lar, somente na casa da Dona Joaquina, moradora do bairro Magalhães, existem onze sendo cuidados por ela, a maioria filhotes. A costureira de 70 anos, buscou ajuda na Gerência de Bem-Estar Animal porque não tem mais condições de alimentar ou recolher os gatos de rua.

“Acionei a Gerência de Bem-Estar porque preciso de ajuda. Eu cuido dos gatos há muito tempo, gosto dos animais e não quero vê-los passando fome ou sede. Mas atualmente são muitos e não tenho mais condições de comprar ração. Gostaria muito que alguém adotasse e levasse esses bichinhos para uma casa segura”, diz a protetora.

De acordo com a gerente do Bem Estar Animal, Claudia Regina Carvalho Pereira, o gato é o menos adotado porque as pessoas ainda têm muito preconceito contra eles. “Associam o gato à maldade, ou que o gato espalha doenças. O dia que as pessoas conviveram com eles vão entender o quão companheiros e amorosos os gatos podem ser”, afirma ela.

Em Laguna, há outras redes de apoio aos animais que também precisam de ajuda, como o 'Projeto Gato dos Molhes'. Criada pelas amigas Aline das Neves Campos e Yasmin Custódio, a iniciativa promove a castração e a adoção dos gatos que moram na região Molhes da Barra. “Iniciamos em 2014, com o objetivo de castrar todos os gatos dos Molhes, após recuperados eles iriam retornar para o local, mas felizmente, quase todos foram adotados. O projeto quando começou tinha 180 gatos soltos pela região, hoje são cerca de 25 e estão todos castrados”, comentam.

O ‘Projeto Gatos dos Molhes’ se expandiu e hoje, gatos de outros bairros também são atendidos pelas protetoras. Elas seguem resgatando e promovendo a castração de gatos de rua, mas precisam de apoio para investir ainda mais em castrações.

Ao contrário do que acredita o senso comum, os felinos são grandes companheiros, muito carinhosos, extremamente brincalhões, higiênicos, excelentes parceiros e enchem qualquer casa com muita alegria e amor.

COMO ADOTAR:

Para adotar um dos gatinhos ou realizar a doação de ração, é possível entrar em contato direto com a Dona Joaquina pelo telefone (48) 9644-8668. Ou falar com a Gerência de Bem-Estar Animal que irá realizar o encaminhamento (48) 3644 0013.

COMO APOIAR:

Quem puder contribuir com doações de rações aos gatos dos Molhes ou financiar a castração de algum gato de rua, pode entrar em contato com o projeto pelo WhatsApp (48) 98421-9811. ‘Gatos dos Molhes’ também tem perfil nas redes sociais.

0 visualização0 comentário

1/4